sexta-feira, 25 de setembro de 2009

As pessoas mudam

Seja por um motivo ou outro, as pessoas mudam, digo até , dia após dia, são tantos os sentimentos e sensações pelos que passamos que a mudança se torna inevitável.
Estudo comprovam que o ser humano possui um reflexo incondicional para fugir de tudo que o causa dor e frustração, sendo assim, nosso cérebro cria bloqueios emocionais a certas situações. Quando sofremos qualquer tipo de constrangimento ou dor, passamos automaticamente a evitar situações que possam reincidir nestes sentimentos.

Tudo que se fez e se sentiu no passado reflete no nosso presente, assim como nosso presente com certeza refletirá no futuro.

Hoje por exemplo, tem muitas coisas que faço que não fazia há um tempo atrás, assim como tem muitas coisas que eu fazia e que já não acho devido, as situações cotidianas foram me mostrando o que se encaixava no contexto do que eu sou e as coisas das quais eu realmente era capaz, assim como as coisas que direta ou indiretamente me prejudicavam.

Se você me conheceu a um mês e não me viu desde então, pode ter certeza que encontrará uma nova pessoa, assim como eu a encontrarei e reconhecerei qualidades e defeitos recentes. Claro que isto não quer dizer que houveram mudanças drásticas, neste caso, apenas o comportamento, este que pode ser influenciado inclusive pelo fluxo de adrenalina(momentânea).

Há de se explicar que as mudanças ocorrem no modo comportamental, às vezes físicos, mais raramente nos princípios, a mudança de princípios ocorre devido ao grau de importância dos acontecimentos, estes que acabam causando traumas, neste caso podendo chegar ao ponto de ter que ser tratado por profissional.

Um exemplo simples, quem não teve aquele dia que acordou de mau humor e nem sabia o porque? Até chegam a perguntar se por um acaso a gente “acordou com os pés destapados”, esta variação pode ter ocorrido devido a um simples sonho, simples, que dependendo, pode ter um grau de importância tamanha a ponto de mudar os princípios de alguem ou traumatiza-lá pro resto da vida.

Um exemplo mais grave, alguem passa por um afogamento, o trauma gerado pelo desespero pode ser tão grande a ponto desta pessoa passar a ter fobia de agua, não podendo nem mais entrar em uma banheira.

Resumindo, as pessoas mudam e são muitos os fatores e motivos, então não se apavore se em um determinado momento você não reconhecer alguem com quem convive a muito tempo, isto faz parte da natureza humana. Inclusive você pode ter mudado e nem mesmo percebido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário