terça-feira, 30 de setembro de 2014

Vamos a luta gincaneiros...

Não sou muito de comentar no site da Zero Hora, mas tendo em vista tamanha falta de discernimento me obrigo, participo de gincana a 6 anos, sou líder de equipe, presidente da liga de Sertão Santana, me preocupo com as correrias, sim, mas ja foram pensados vários meios de diminuir e não há jeito, fica o exemplo pra quem já fez gincana interna, não tem como controlar cada um dos integrantes que queira chegar primeiro, bebida acredito que na grande maioria dos QGs seja proibido, mas também ninguém pode proibir ninguém de beber sendo esta uma droga lícita, concordo que deva haver uma liga estadual que estipule regras a nível estadual, levando em conta que Gincana, além de cultura e muita diversão não deixa de ser um comércio que movimenta milhões de reais ao longo do ano, todas as pessoas que realmente conhecem gincana sabem o quanto se gasta em transporte, alimentação, hospedagem e fora o valor investido em tarefas, não há incentivos e quando há é irrisório, considero por isso gincana um esporte,um esporte complexo que não há quem possa fazer sozinho, por isso nos unimos, foi uma fatalidade o acidente e o que comprova a união dos gincaneiros foram as milhares de postagens se solidarizando com a cidade de Butiá, nessa hora nos tornamos uma só equipe, levantamos uma só bandeira, ninguém quer perder um colega, um amigo, um rival que seja, todos tivemos uma segunda feira triste, mesmo os que não os conheciam, nossas gincanas perderam um pouco do brilho com a morte dos colegas da Dread, por que em todas as cidades, todos estão juntos. Espero sinceramente que a ZH, jornal conceituadíssimo, venha e retificar a forma como abordou o assunto, o mesmo necessita ser discutido, mas não hostilizando, mas sim achando meios de valorizar e dar a devida visibilidade aos eventos que aos poucos vem tomando conta do estado, afinal de contas, não tem como não se apaixonar por gincana, sugiro ainda, que marquemos uma data para fazermos um encontro de gincaneiros em Porto Alegre, afim de que a RBS utilize seu espaço de forma mais construtiva para falar de Gincana, talvez dia 12, dia em que todos nós estriamos em Butiá, fica a ideia. Vamos lutar por nossas Gincanas assim como lutamos por cada tarefa...

Nenhum comentário:

Postar um comentário